terça-feira, 29 de agosto de 2017

Brilhante como Ivana em "A Força do Querer", Carol Duarte é a maior revelação do ano

A trajetória de Ivana sempre foi um dos maiores atrativos de "A Força do Querer". Isso antes mesmo da estreia da trama de Glória Perez. Afinal, a autora resolveu abordar um tema complexo, polêmico e ousado: a transexualidade. A transição de uma menina que vira menino nunca havia sido exposta na ficção e o contexto ainda despertou curiosidade em virtude da atriz escolhida: uma estreante. Portanto, tudo resultou em um chamariz para o folhetim. E o conjunto se mostrou um acerto desde o começo, sempre funcionando como um conflito de grande destaque, expondo o imenso talento de Carol Duarte.


Todas as angústias daquela garota que nunca se sentiu à vontade com o próprio corpo foram exploradas com precisão pela autora, que se preocupou em fazer o público se compadecer pelos dramas da filha de Joyce (Maria Fernanda Cândido). A tristeza por não se adequar aos padrões, a indignação de ser cobrada por uma vaidade que nunca teve, o incômodo que seus seios sempre lhe causaram, o desconforto que as roupas femininas provocavam, enfim, tudo foi sendo exibido aos poucos, sem atropelos. O tempo foi fundamental para deixar a situação cada vez mais familiar para o telespectador, que foi entendendo o que estava acontecendo com ela.

E, em todos os momentos, Carol Duarte brilhava. Impressionante a sua dedicação e total entrega ao papel, valorizando cada sentimento daquela menina que procura uma identidade. Já foram muitas grandes cenas protagonizadas pela intérprete, sendo necessário destacar o instante em que Ivana se bateu e quebrou o espelho, demonstrando ódio profundo pelo que é, querendo sair de dentro do seu próprio corpo.
Não teve texto, apenas o trabalho corporal primoroso da atriz. E outro grande momento foi a descoberta do que ela era, após ter se encontrado com um transgênero, ouvindo uma história quase igual a sua. O sorriso de alívio diante do mesmo espelho, que antes era um inimigo, representou uma liberdade tão aguardada.

No final do capítulo desta segunda-feira (28/09), a personagem reuniu a família para finalmente contar o que sempre sentia. A aguardada cena teve prosseguimento no capítulo desta terça e destacou, mais uma vez, o talento dessa grata revelação. O desespero de Ivana em mostrar para todos o que ela realmente é, um homem, foi defendido com uma entrega impressionante. Foram cenas muitos densas e carregadas de drama, sendo necessário também aplaudir de pé Dan Stulbach e Maria Fernanda Cândido, simplesmente espetaculares expondo o estado de choque de Eugênio e Joyce com a notícia dada pela filha de que ela era um transgênero.


Após esse momento tão dramático, veio outra sequência muito esperada: a mudança de visual de Ivana. A cena em que a desnorteada menina cortou seu cabelo, desesperada em ver o menino que sempre esteve dentro dela, foi espetacular, provocando um choro libertador em Ivana e um choro de desespero de Joyce, sem saber como agir diante da atitude da filha. Depois desse momento tão tenso, a transgênero foi ao cabeleireiro para finalizar o que já tinha começado em casa, se enxergando finalmente como queria. A cena foi delicada, tendo a linda "De Toda Cor" (Renato Luciano) como tema.


A personagem sempre carregou uma carga dramática pesada, exigindo muito da intérprete. Tanto que Ivana raramente sorri. Está sempre com uma expressão mais fechada, como se fosse um bicho acuado. A única pessoa que consegue deixá-la à vontade é Simone (Juliana Paiva), sua prima e melhor amiga. A parceria das atrizes é ótima, valorizando os momentos de desabafo da irmã de Ruy (Fiuk). Recentemente, ela se aproximou de Nonato (Silvero Pereira) e essa dupla era bastante aguardada pelo público, muito em virtude da similaridade que os une (o preconceito da sociedade) e a questão que os difere ---- o motorista gosta do seu corpo e ama se vestir de mulher, pois é um travesti, enquanto ela é um homem que nasceu no corpo de uma mulher. A autora traçou um paralelo muito consistente entre os perfis ao longo do enredo e acertou ainda mais ao aproximá-los agora. Carol e Silvero são as grandes revelações da trama e estão ótimos juntos.


Vale destacar, ainda, todos os ótimos embates entre Ivana e Joyce, destacando a novata e Maria Fernanda Cândido. Dan Stulbach também é um grande parceiro da estreante, protagonizando sempre cenas delicadas, demonstrando um lado amoroso de Eugênio, que é bem mais compreensivo que a esposa, embora tenha se chocado tanto quanto na hora da revelação. Cláudia Mello é mais uma talentosa atriz que contracena com Carol, sendo necessário citar o lindo momento em que Zu flagrou a menina saindo de casa e recebeu um abraço de despedida ----despedida da antiga Ivana.


Carol Duarte vem enfrentando uma missão desafiadora em sua estreia na televisão e esse começo de trajetória não poderia ter sido melhor. Glória Perez foi muito feliz ao confiá-la esse papel tão difícil e Ivana marcará a carreira dela para sempre. As cenas vêm sendo muito bem vivenciadas pela profissional e as exibidas no capítulo de hoje tiveram um quê a mais. É a maior revelação do ano, além de um dos grandes trunfos de "A Força do Querer".

21 comentários:

Flávia disse...

QUE SHOW DE CENA!!!!!!!!! ARREPIADA!!!!!

Cézar disse...

Parabéns pelo texto! Carol é mesmo a maior revelação do ano e que cenas fortes nós vimos hoje!

Luli Ap. disse...

Olá Sérgio
Linda cena em uma narrativa complexa e ao mesmo tempo apresentada de forma tão sensível.
Confesso que ainda não entendi direito todas as diferenças, mas acho fofo o Nonato e a Ivana no sentido de serem tão diferentes e ao mesmo tempo tão semelhantes em suas histórias de vidas.
O núcleo acertadíssimo está maravilhoso, Maria Fernanda entre o amor e a desilusão, Dan Stulbach amando e ao mesmo tempo oferecendo não o apoio mas a reação (assim como fizeram com ele quando decidiu dedicar-se a carreira de direito) e sem dúvida a sintonia fina com a Ju Paiva!
Ahhhh eu quero tanto que ela/ele (Ivana/Ivan) fique com o Cláudio <3
E palmas \0/ para Carol arrasando na interpretação! Ela passa uma angústia, uma tristeza, uma desconcertante mensagem de estranhamento, que faz a gente torcer para ela se encontrar e ser feliz :)
E aaaaaaaaiiiiiinnnnn que coragem a de cortar os cabelos :))
Bjss Luli
Café com Leitura na Rede

✿ chica disse...

Belíssimo trabalho ela está fazendo...Merece destaque! abração,chica

Debora disse...

Olá Sérgio tudo bem???


Nossa ela está arrasando nesse papel, as cenas são todas fortes e dramáticas!!!



Beijinhos;
Débora.
https://derbymotta.blogspot.pt/

Oathkeeper disse...

A mensagem nessa cena de Ivana é : "Pare de fugir. Simplesmente, pare. Ame essa verdadeira parte sua. Conhecendo-a, você irar transcender. O mundo externo só vai refletir luz quando você parar de brigar com o seu mundo interno. "
Nisso a diretora Glória mostra temas polêmicos apenas por mostrar para ter ibope. Apresenta para as pessoas que vêem essas dificuldade possíveis caminhos, direções para sair do fundo de um poço escuro: Eu me aceito como sou e te amo como você é.

Oathkeeper disse...

Outro ponto interessante: Há uma força de mudança querendo nascer do nosso desespero. Isso é melhor demonstrando no drama de Ivana.

Correção: Nisso a diretora Glória NÃO mostra temas polêmicos apenas para ter ibope. A diretora mostra que existe sim soluções boas para todos, difícil mas não impossível.

Germana Araújo disse...

Olá Sérgio!!
Desde o início a trama da Ivana era uma das que tinha mais potencial em A Força Do Querer e é muito bom ver que isso vem sendo desenvolvido de forma competente (apesar de alguns probleminhas que não afetam o resultado final).
Grande parte disso se deve à Carol Duarte, que vem simplesmente arrasando. As cenas da Ivana perdida em frente ao espelho são tão boas que a gente sente a angústia dela sem precisar de texto.
Outro acerto são as parcerias cênicas dela, principalmente com a Maria Fernanda Cândido, o Dan Stulbach, a Juliana Paiva, a Cláudia Mello e o Silvero Pereira (eu absolutamente amo a Ivana e o Nonato! rs). Eles sempre mostram um lado da Ivana, oprimida, confusa ou se descobrindo, rendendo ótimas cenas. Não consegui ver a novela ontem, mas tenho certeza que as cenas do capítulo entraram nessa lista.
No mais, é isso. Abraços!!

Bell disse...

Não acompanho muito, mas sei que ela em se destacado e promete muito ainda.

bjokas =)

Fernanda disse...

To arrepiada até agora!

Anônimo disse...

CARA FALA DO SILVERO
ELE TA GENIAL
VAI GANHAR OS PREMIOS DE MELHOR ATOR REVELAÇÃO E É CAPAZ DELE GANHAR ALGUM DIA O PAPEL DE UMA TRAVESTI PROTAGONISTA

Sérgio Santos disse...

Idem, Flavia.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Cézar.

Sérgio Santos disse...

Eu não quero que ela fique com o Claudio, Luli,pq seria surreal demais ele aceitar isso depois de ter tentando tanto fazê-la ficar mais feminina. Mas deve ser isso msm que vai acontecer... bjão!

Sérgio Santos disse...

Belissimo msm, Chica.

Sérgio Santos disse...

Está msm, Debora.

Sérgio Santos disse...

Verdade, Oath.

Sérgio Santos disse...

Onde assino, Germana?????

Sérgio Santos disse...

Sem duvida, Bell.

Sérgio Santos disse...

Foi foda, Fernanda.

Sérgio Santos disse...

Eu escrevi um texto falando dele e da Carol, anonimo. Não viu?